DIRETAS JÁ!

DIRETAS JÁ!

domingo, 28 de fevereiro de 2016




Convido a todos para o lançamento de meu livro "Heróis de uma Revolução Anunciada ou Aventureiros de um Tempo Perdido? A atuação das organizações de esquerda em Campina Grande – 1968/1972”, pela Editora da Universidade Estadual da Paraíba (EDUEPB)

O lançamento será no dia 19 de março de 2016 (sábado), as 19 horas, na Livraria Nobel - Via Cultural Campina Grande, à Rua Irineu Joffily, nº 162, Centro, em frente ao antigo Cinema Babilônia.


Este é meu primeiro livro, fruto das pesquisas que desenvolvo desde 1997, sobre o comportamento politico das organizações de esquerda que lutaram contra a ditadura militar e a relação delas com a democracia politica. Abaixo mais um pequeno trecho do livro, a título de aperitivo:


"Costuma-se dizer que a “direita” brasileira sempre foi conservadora e autoritária e que nunca se preocupou em ter uma prática política democrática. Isso é bem verdade, à medida que ela esteve a frente de quase todos os movimentos que redundaram na quebra da legalidade constitucional da história brasileira. Digo quase todos os movimentos porque, ao analisar a história política do Brasil no século XX, vejo que, não só a “direita”, mas também a “esquerda” estiveram envolvidas em vários acontecimentos pautados por atitudes autoritárias e antidemocráticas.
(...)
Ao contrário do que muitos pensam, não foi só a direita que organizou golpes, assaltos ao poder e “revoluções” armadas. A esquerda também o fazia, só que com objetivos e interesses diferentes. Enquanto a esquerda golpeava as instituições para impulsionar mudanças, a direita o fazia para impedi-las como, por exemplo, em Março de 1964. Muitas vezes, a esquerda não teve como um de seus objetivos centrais a consolidação da democracia política. A luta por melhorias de vida no campo social e econômico sempre foi o centro das atenções. É preciso atentar para o fato de que, em muitos momentos, por defender reformas em prol da sociedade, a esquerda aceitou quebrar a legalidade constitucional através de movimentos armados ou golpes de força, mesmo sabendo que, dependendo dos resultados, poderia ser duramente reprimida".



Nenhum comentário:

GilBlog - Arquivo

ÚLTIMO ARTIGO PUBLICADO

ÚLTIMO ARTIGO PUBLICADO
Este foi um dos últimos artigos que publiquei: “SOMOS TODOS UM BANDO DE ARAMIS". Neste artigo analiso porque somos avessos à consolidação de nossa democracia. Discuto a contradição de praticarmos procedimentos democráticos enquanto cevamos um ancestral saudosismo de nosso passado ditatorial. Sugiro refletirmos sobre o paradoxo de parte da sociedade usar a liberdade de expressão para pedir um regime que pode acabar com ela. http://www.paraibaonline.com.br/colunista/santos/9920-somos-todos-um-bando-de-aramis---parte-i.html

OBRAS DE ARTE EM FORMA DE VINIL

OBRAS DE ARTE EM FORMA DE VINIL
Este é o primeiro disco do Pink Floyd. Já começou assim mesmo: psicodelizado, distorcido, viajadão, cheio de efeitos! É daqueles discos para ouvir vez por outra acompanhado de algo que te dê alguma distorção mental. Aliás, o Floyd começou muito bom, esteve uma época fantástico, e terminou bom! Neste disco temos Syd Barret com Roger Waters, Rick Wright e Nicky Mason, sem David Gilmour, ainda.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Seguidores

Google+ Followers