DIRETAS JÁ!

DIRETAS JÁ!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

A CARAVANA PASSOU, A SECA CONTINUA!






Eu comentei aqui, no POLITICANDO, sobre a infeliz declaração da Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. Ela disse que “apesar desta ser uma das maiores secas dos últimos tempos, o povo não está passando fome”. Eu disse que a presidente Dilma deveria obrigar a ministra a assistir o filme “Vidas Secas”. Minha esperança é que a tragédia da seca e da fome, relatadas no filme, pudesse de alguma forma sensibilizar a ministra e impedir que ela volte a dizer tamanha asneira. Eu disse, ainda, que a ministra deveria seguir a “Caravana da Seca”, promovida pela Assembleia Legislativa, que percorreu várias cidades de todas as regiões do Estado da Paraíba fazendo um levantamento da situação gerada pela seca.





Os deputados percorreram dois mil quilômetros. Visitaram mais de 50 municípios e participaram de sessões nas Câmaras de Vereadores. A caravana serviu para que eles se encontrassem com prefeitos, lideranças locais, cabos eleitorais e, claro, eleitores. Os deputados que seguiram a “Caravana da Seca” apresentarão, até o próximo dia 20, um relatório que será entregue à presidente Dilma Rousseff e aos seus ministros. Eu espero que eles leiam esse documento, principalmente a ministra Tereza Campello.




Ao que tudo indica os deputados farão outra Caravana. Não para o cariri e sertão paraibanos, mas sim para Brasília. É que eles querem entregar o relatório em mãos. Querem ter a certeza que Dilma vai mesmo receber o tal documento. Mas, para não perderem a viagem os deputados devem aproveitar para aqueles contatos políticos. Irão, claro, ao Congresso Nacional encaminhar alguns pleitos aos nossos parlamentares e quem sabe até se não viabilizam algum antigo interesse.




Mas, o documento trará um relato da problemática da seca que assola o Estado da Paraíba. Ele mostrará que lavouras e rebanhos paraibanos estam sendo dizimados. E que o desabastecimento de água está levando alguns municípios ao colapso. O documento está sendo elaborado a partir das informações coletadas durante a caravana. Os deputados ouviram relatos do que chamam da “luta diária de agricultores para sobreviver em meio ao que consideram a maior seca de todos os tempos”.




O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Marcelo, disse que a caravana viu muitas animais mortos nas estradas, lavouras dizimadas, áreas desertificadas, escassez de água até para beber e que houve perda de mais de 80% do rebanho. Ricardo Marcelo disse que os açudes que restam para garantir o abastecimento estão com apenas 16% da capacidade. Ele disse ainda que “temos que pedir a Deus que mande chuvas logo, para assegurar o consumo e o armazenamento”.




Se a questão é pedir a Deus para que resolva a situação, não precisava fazer uma caravana, basta ir alguma Igreja de João Pessoa e rezar fervorosamente. Os deputados poderiam até fazer uma promessa coletiva. Que tal prometerem que se Deus mandar chuva para, literalmente, salvar a lavoura, eles passariam o ano inteiro de 2013 indo a todas as sessões da Assembleia Legislativa e que nunca mais deixariam acontecer a situação de penúria que viram na tal caravana.







Sim, porque como representantes do povo os deputados têm lá a sua cota de responsabilidade por esse estado de coisas. Eles não podem fazer chover, mas podem legislar em prol dessas regiões pobres da Paraíba. Essa situação de penúria, devido à seca, não vem de ontem. Ela é secular. Como secular é o descaso dos governantes para com o sofrimento do povo atingido pelo flagelo da seca. O que foi feito para se prevenir os efeitos da estiagem? A transposição do Rio São Francisco segue, ou melhor, deixou de seguir.




Se sabemos que periodicamente seremos atingidos pela seca, porque não nos prepararmos para lidar com ela da forma que pensa a Ministra Tereza Campello, ou seja, sem passar fome. Os deputados parecem preocupados com os efeitos políticos dessa caravana, pois não se cansam de repetir que não querem denunciar ou punir nenhuma autoridade. O discurso deles foi bem ensaiado. Por onde passavam repetiam que queriam ver os problemas que afetam os paraibanos e que estavam na estrada em busca de soluções a curto, médio e longo prazo para que se enfrentem os problemas da seca.




Ora, se são os deputados oriundos dos mais diversos lugares da Paraíba, não precisava fazer uma Caravana, bastaria que cada um subisse à tribuna da Assembleia e relatasse a seus pares o que via a cada vez que retornava a suas bases. Não foi ruim que os deputados saíssem em caravana para verem de perto o que bem sabemos que acontece. Mas, eu não esperaria pelos resultados do tal relatório. É que eu tenho lá as minhas dúvidas se ele será lido em Brasília.




O fato, meus amigos, é que a caravana passou e a seca continua! O fato é que Caravanas não fazem chover. Caravanas não fazem a lavoura e o gado se desenvolverem. O máximo que podem render é um punhado de votos para os deputados peregrinos. Acho que vou seguir o deputado Ricardo Marcelo e implorar a Deus para que chova, mas que chova de mansinho, como diria Luiz Gonzaga, senão o povo deixa de sofrer com a seca para sofrer com enchente.





Nenhum comentário:

GilBlog - Arquivo

ÚLTIMO ARTIGO PUBLICADO

ÚLTIMO ARTIGO PUBLICADO
Este foi um dos últimos artigos que publiquei: “SOMOS TODOS UM BANDO DE ARAMIS". Neste artigo analiso porque somos avessos à consolidação de nossa democracia. Discuto a contradição de praticarmos procedimentos democráticos enquanto cevamos um ancestral saudosismo de nosso passado ditatorial. Sugiro refletirmos sobre o paradoxo de parte da sociedade usar a liberdade de expressão para pedir um regime que pode acabar com ela. http://www.paraibaonline.com.br/colunista/santos/9920-somos-todos-um-bando-de-aramis---parte-i.html

OBRAS DE ARTE EM FORMA DE VINIL

OBRAS DE ARTE EM FORMA DE VINIL
Este é o primeiro disco do Pink Floyd. Já começou assim mesmo: psicodelizado, distorcido, viajadão, cheio de efeitos! É daqueles discos para ouvir vez por outra acompanhado de algo que te dê alguma distorção mental. Aliás, o Floyd começou muito bom, esteve uma época fantástico, e terminou bom! Neste disco temos Syd Barret com Roger Waters, Rick Wright e Nicky Mason, sem David Gilmour, ainda.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Seguidores

Google+ Followers