DIRETAS JÁ!

DIRETAS JÁ!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

SERÁ QUE CHEGOU A HORA DA VERDADE?

Hoje, 10 de dezembro de 2014, pode vir a ser uma importante data histórica ou uma daquelas datas condenadas a cair no esquecimento nacional num piscar de olhos. No entanto, não saberemos disso agora, teremos que aguardar o desenrolar dos fatos. É que hoje é o dia em que a Comissão Nacional da Verdade vai entregar o relatório conclusivo de um trabalho que durou quase três anos. Hoje, teremos acesso a uma série de verdades, que já conhecíamos, e outras tantas que podem até nos surpreender. Já sabemos de antemão que este relatório aponta cerca de 300 agentes públicos (militares e civis) que atuaram a serviço do Estado militarizado, na repressão política que se instalou após o golpe civil-militar de 1964.

No relatório consta que essas pessoas investigavam, prendiam, torturavam, assassinavam e sumiam com os corpos dos que o regime militar considerava seus inimigos e/ou uma ameaça à segurança nacional. O relatório, claro, é polêmico. E não poderia ser diferente, pois ele mexe e remexe em feridas que nunca cicatrizaram, mesmo que tenham sido anestesiadas pela insistente tese de que seria salutar, para nosso sistema democrático, que todos esquecêssemos este passado tão incômodo. De fato a que se ter parcimônia, pois o relatório não traz os feitos de um suposto herói da pátria. Ao contrário, indica nomes dos que atuavam nos porões da ditadura, praticando a abjeta, imunda, asquerosa tortura.

O jornalista Elio Gaspari chamou essa gente sórdida de a “gorilada” em sua obra “As ilusões armadas”, uma série que cobre toda a ditadura militar. No www.arquivosdaditadura.com.br você acessa os livros e o arquivo do próprio Gaspari. Mas, o relatório trará, também, os chefes da “gorilada”. Um deles o Cel. João Paulo Burnier, que comandou o DOI-CODI de São Paulo, e que costumava ocupar o tempo vago assistindo a sessões de tortura. Ele mesmo se tornou um especialista no assunto. E não para por aí. Alguns membros da CNV disseram à imprensa que o relatório responsabilizará ex-presidentes da República, generais de 4 estrelas, que governaram o país nos anos da ditadura. Possivelmente, um desses será Ernesto Geisel.

Durante muito tempo, se tratou Geisel como um “bom ditador”, pois havia a crença, um mito na verdade, de que ele era contra a tortura. Foi Elio Gaspari que fez a máscara cair. No 3º Volume de sua obra, “A ditadura derrotada”, se desfaz o mito. Em fevereiro de 1974, Geisel analisou a situação política do país com seu Ministro do Exercito, Gal. Dale Coutinho. A certa altura da conversa, o presidente diz: “A subversão continua. Esse negócio não acaba. Isto é um vírus que não há antibiótico que liquide”. O ministro respondeu que: “O negócio só melhorou quando nós começamos a matar. Eu fui obrigado a tratar esse problema e tive que matar”. Ao que Geisel, concordando, disse: “Esse troço de matar é uma barbaridade, mas acho que tem que ser assim”.

E esses dois eram tidos como abertos ao diálogo. Imagine o que era capaz de fazer a linha dura do regime? É por isso mesmo que os comandantes das Forças Armadas, de ontem e de hoje, estam tão preocupados com a divulgação do relatório final da CNV. Os clubes militares, que representam oficiais da reserva, tentaram até ontem impedir a divulgação do relatório. Após seguidas derrotas judiciais, admitiram que a divulgação do relatório acontecerá. O que não significa que vão aceita-lo passivamente.

Dilma Rousseff está tão receosa da animosidade do setor militar, em relação ao relatório, que tentou recuar da cerimônia marcada para logo mais às 9 horas no Palácio do Planalto. Ela não queria um ato público e sim uma reunião fechada com a CNV. Mas, isso repercutiu negativamente e o governo decidiu fazer a cerimônia com os membros da CNV, com 50 convidados, além da imprensa, claro. É que Dilma enfrenta uma crise no Congresso e quer evitar outra com os homens de farda. O Clube Militar do Rio de Janeiro lançou uma nota dizendo que a "verdade histórica pode ser prejudicada pelo documento, que só investigou os abusos cometidos por agentes do Estado, sem se preocupar com os crimes cometidos pela esquerda”.

É bom não esquecer que a CNV vai recomendar à presidente Dilma que cerca de cem desses agentes, a serviço da ditadura militar, sejam levados a julgamento por crimes de tortura, assassinato e desaparecimento de corpos. A apreensão no meio militar é enorme, pois a CNV, a OAB, a Associação Brasileira de Imprensa, dentre outras, pressionam o governo para que o relatório origine punições. Os militares gostam de lembrar que a Lei da Anistia segue vigente. Mas, se era para não punir ninguém, porque se investigou? Essa data só será histórica se, e somente se, o governo decidir encarar os fatos e buscar rever a Lei da Anistia, para que o relatório da CNV possa ajudar a revisão de um passado que teima em não passar.

Você tem algo a dizer sobre essa COLUNA ou quer sugerir uma pauta? gilbergues@gmail.com

AQUI É O POLITICANDO, COM GILBERGUES SANTOS, PARA A CAMPINA FM.

Nenhum comentário:

GilBlog - Arquivo

ÚLTIMO ARTIGO PUBLICADO

ÚLTIMO ARTIGO PUBLICADO
Este foi um dos últimos artigos que publiquei: “SOMOS TODOS UM BANDO DE ARAMIS". Neste artigo analiso porque somos avessos à consolidação de nossa democracia. Discuto a contradição de praticarmos procedimentos democráticos enquanto cevamos um ancestral saudosismo de nosso passado ditatorial. Sugiro refletirmos sobre o paradoxo de parte da sociedade usar a liberdade de expressão para pedir um regime que pode acabar com ela. http://www.paraibaonline.com.br/colunista/santos/9920-somos-todos-um-bando-de-aramis---parte-i.html

OBRAS DE ARTE EM FORMA DE VINIL

OBRAS DE ARTE EM FORMA DE VINIL
Este é o primeiro disco do Pink Floyd. Já começou assim mesmo: psicodelizado, distorcido, viajadão, cheio de efeitos! É daqueles discos para ouvir vez por outra acompanhado de algo que te dê alguma distorção mental. Aliás, o Floyd começou muito bom, esteve uma época fantástico, e terminou bom! Neste disco temos Syd Barret com Roger Waters, Rick Wright e Nicky Mason, sem David Gilmour, ainda.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Seguidores

Google+ Followers